quinta-feira, fevereiro 05, 2015

Nei Lisboa em ótimo astral

A segunda e última noite do show "Nei LisPOA", hoje no Teatro São Pedro, mostrou Nei Lisboa tranquilo e em sintonia com seu público. Conforme prometido, a apresentação teve duas horas de duração, alguns pedidos atendidos e um repertório bastante representativo da obra do músico gaúcho. Até "Pôquer no Escuro", antiga composição de Nei executada pela primeira vez em 1988 mas nunca lançada em disco, foi resgatada. Ouviram-se também "A Vida Inteira", "Telhados de Paris", "Relógios de Sol", "Romance", "Cha Cha Cha Moderno", "Mônica Tricomônica" (a pedido), "Cena Beatnik" (idem), "Pra te Lembrar", "Verão em Calcutá", "Baladas", "Publique-se a Versão", "Dona do Seu Nariz", "Mãos Demais" e "No Boleto ou No Cartão", entre outras.
Bom desempenho da banda de apoio: Giovanni Berti (bateria/percussão/vocal), Luiz Mauro Filho (piano/teclados/vocal) e Paulinho Supekóvia (guitarra/baixo/vocais). O teatro lotado cantou junto em várias músicas, com entusiasmo. Sempre digo que Nei Lisboa mereceria ser mais conhecido em todo o Brasil do que Engenheiros do Hawaii e Adriana Calcanhoto juntos. Pois ao menos em Porto Alegre o seu público cativo lhe presta o devido reconhecimento.

Na saída, o cantor deu autógrafos. Ao seu lado aparece a produtora Ana Lombardi.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home