quarta-feira, dezembro 31, 2014

Sobrevivemos

Num daqueles desafios típicos do Facebook, uma amiga virtual propôs que o ano de 2014 fosse descrito em uma só palavra. Escrevi: "Sobrevivemos."

Sobrevivemos a um clima hostil e baderneiro que se instaurou no país a partir do ano anterior.

Sobrevivemos aos inúteis protestos de última hora que, de forma totalmente intempestiva e inoportuna, bradavam: "Não vai ter Copa!"

Sobrevivemos à própria Copa, a uma derrota humilhante para a Alemanha, e ainda conseguimos receber os estrangeiros com hospitalidade e civilidade. 

Sobrevivemos a uma eleição que, como eu nunca tinha presenciado, colocou o Brasil em pé de guerra a ponto de arranhar amizades, inclusive entre familiares. Espero que sobrevivamos também aos maus perdedores que querem tirar Dilma de qualquer jeito, sem pensar nas consequências do absurdo que estão desejando. Justiça se faça aos que votaram em Aécio e são a favor da manutenção do estado democrático. Vários já se manifestaram nesse sentido.

Para 2015, desejo saúde, prosperidade, paz, serenidade, civilidade, democracia, ponderação, amor, amizade, felicidade, cordialidade. Tenho outros desejos, também, mas esses eu guardo para mim. Se Deus quiser, hão de se realizar.

Feliz Ano Novo!

2 Comments:

Blogger zealfredo said...

Sobrevivemos.
Realmente, acho que o pior foi a eleição. Tive alguns desentendimentos sérios por conta.
Feliz 2015!
Abraço.

12:38 AM  
Blogger Emilio Pacheco said...

Pra você também, zealfredo!

5:50 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home