domingo, fevereiro 04, 2007

Roque Santeiro

(Leiam também este post mais recente, contendo um trecho de vídeo.)

Na minha adolescência, sempre que eu passava uma temporada na casa de parentes, voltava acompanhando alguma novela. Naquele tempo eu ainda não gostava de ler (só gibis) e, longe de meus adorados discos, só me restava fazer companhia a meus anfitriões diante da televisão. Vai daí que, nas férias de julho de 1975, fiquei duas semanas em Passo Fundo com meus tios e passei a assistir a "Bravo" e "Escalada". Esta última já estava em reta final. A Globo já começava a exibir a chamada da próxima novela: "Roque Santeiro". Lembro bem das cenas mostrando uma cruz em meio a um povoado e no final uma voz feminina dizendo: "Pergunta pra eles se Roque Santeiro é ou não é um santo?" Aí entrava o locutor dizendo "Roque Santeiro, a nova novela das oito, blá blá blá..."

O final de "Escalada" provocou polêmicas e cartas iradas ao "Correio do Leitor" (a seção de cartas do Correio do Povo), talvez por não ter um final nos moldes tradicionais. Antônio Dias (Tarcísio Meira) não voltou para Cândida (Suzana Vieira), mas foi feliz em sua nova vida, tornando-se um fazendeiro bem sucedido. Mas, para minha surpresa, no dia em que "Roque Santeiro" deveria estrear, vi na Zero Hora um anúncio de que teria início uma reprise de "Selva de Pedra" no mesmo horário. Um compacto de 30 capítulos. Logo estourou a notícia: a novela de Dias Gomes havia sido censurada. Não houve jeito de conseguir sua liberação. O autor conta em sua autobiografia que sua esposa Janete Clair teria dito que, se era assim, "o horário das oito não vai sair daqui de casa". Passou "Bravo", a outra novela que eu estava acompanhando, para as mãos de Gilberto Braga e começou a escrever "Pecado Capital", que aproveitaria os mesmos atores da novela censurada de seu marido.

Por tudo isso, quando "Roque Santeiro" finalmente estreou em 1985, com novo elenco, fiquei curioso em conferir uma matéria que faria o "Vídeo Show", comparando cenas da novela antiga e da nova. Tempos depois, em 1999, foi a vez do "Fantástico" mostrar mais cenas do primeiro capítulo censurado. Hoje, com o mercado de DVD, seria interessante que a Globo disponibilizasse de alguma forma para o público o material da versão original. Não só as cenas que chegaram a ser gravadas mas também a trilha sonora, que já devia estar toda pronta.

Vou dividir algumas dessas imagens com vocês, mas sempre com o alerta de que foram captadas com máquina fotográfica. Ainda não tenho como fazer captura de vídeo diretamente no computador. Aí vão elas:





O Sinhozinho Malta da primeira versão era dez anos mais jovem e não usava bigode, mas também era a cara do Lima Duarte.


Na época, o comentário geral era de que Betty Faria não teria sido tão boa Porcina quanto Regina Duarte. Na verdade, o público se acostumou com a personagem daquele jeito e não conseguiria imaginá-la com outro corpo. Mas Betty Faria é ótima atriz e com certeza teria tido um grande desempenho. Aliás, Regina Duarte é que foi a surpresa, pois esse foi o seu primeiro papel caricato, depois de ter sido Namoradinha do Brasil e posteriormente a mulher madura da série "Malu Mulher". Vejam abaixo duas fotos da mesma cena interpretada pelas duas atrizes:

Por fim, já que estamos no embalo, vamos ver algumas cenas de "Roque Santeiro" de 1985:
Nem todos os telespectadores captaram o subtexto desta cena do último capítulo: era uma paródia ao final do filme "Casablanca". José Wilker estava vestido de Humphrey Bogart e só faltou dizer "here's looking at you, kid". Ao fundo, ouvia-se uma versão instrumental de "As Time Goes By". Para evitar que a imprensa revelasse o desfecho da trama, a Globo gravou dois finais. O que foi ao ar foi este da imagem acima, em que Porcina fica com o Sinhozinho Malta e Roque embarca sozinho no avião. Mas no domingo o "Fantástico" mostrou as cenas do final alternativo, em que Porcina embarca no avião com Roque, deixando o Sinhozinho em terra, curtindo uma fossa:

Esse recurso inspirou a emissora a criar o "Você Decide", em que o espectador é que escolhia o final, mediante votação por telefone. Uma curiosidade é que eu não assisti à novela, apenas gravei as reportagens e o último capítulo.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home