quinta-feira, janeiro 12, 2012

Vêm aí os 18 do Iuri

Como o tempo passa depressa. Depois de amanhã o Iuri vai completar 18 anos. Eu lembro que nesta mesma época do ano, em 2004, eu estava com mil pensamentos na cabeça porque ele iria fazer 10. Fiquei emocionado em pensar que a fase "gurizinho" dele estava ficando para trás e viria pela frente a adolescência. Acabei criando um Fotolog para ele, em homenagem. Mas não durou muito. Fiz apenas três postagens e parei. Também não divulguei publicamente, apenas para uma ou outra amiga virtual com quem estava mantendo mais contato na época. Mas agora vou dar o link: é só clicar aqui. Vejam como ele estava bochechudo naquela foto de 8 anos, no computador.

Quem acompanha este Blog já sabe que ele é um menino autista. Pois agora vem pela frente mais uma fase. Vamos encarar juntos, "gugui". E no sábado vamos comemorar.

2 Comments:

Blogger Ulisses Wehby de Carvalho said...

Parabéns ao Iuri e muitos abraços na família toda! As fotos estão ótimas. Obrigado por compartilhar.

Ulisses

11:12 PM  
Anonymous Edu Weiss said...

Caro Emilio, lembro-me muito bem qdo parabenizei aqui, neste blog, os 15 anos do Iuri. E nem vou filosofar "como o tempo passa rápido". Até pq a impressão de q o tempo passa rápido demais costuma ocorrer qdo a vida vai bem. Tempo vagaroso é mais próprio da tristeza, qdo um dia modorrento parece durar uma semana.

"Ticking away the moments
That makes up a dull day" Time,
P.Floyd.

Curiosidade pra ti: os sites de letras e cifras se servem de colaboradores q fazem coisas do arco da velha. Inclusive sites incorporados por grandes portais, imagino q comprados ou alugados. E o tal 'ticking away...' chegou a ser traduzido por 'Indo embora os momentos...'. A predominância, ainda bem, é aquilo q parece ser o correto: "Contando os momentos..."

Considerando q até hj eu ainda insisto em tocar um pouco de violão, as curiosidades tbém me surpreendem: há músicas cifradas de forma tão incorreta, q até um péssimo violonista como eu percebe muito rápido q aquilo ñ encaixa de jeito nenhum. Naquelas velhas e boas revistas com letras e cifras, as famosas 'vigu', violão%guitarra, eram raros os erros. Será q é tão caro para sites com patrocinadores fortes contratar profissionais pra verificar o material enviado por colaboradores?
Estão precisando contratar tradutores e músicos, mas só vão se preocupar com isso qdo todo universo digital evoluir: por enquanto, os internautas estão embarcando em qquer coisa.

E o mais grave tem ocorrido nas redes sociais, onde formadores de opinião incultos e grosseiros vêm barbarizando, aproveitando a falta de espírito crítico dos usuários.

Pessoas decentes acabam compartilhando no facebook material produzido em sitezinhos comandados por meninos de 15 anos cuja mente foi forjada pela série 'South Park', com aquelas crianças perversas q adoram sangue e vômitos. Sem falar nos marmanjos niilistas e amadores q se tornam 'conteudistas web'.

Tenho conversado sobre isso com ex-colegas igualmente preocupados com essa crise no universo digital, e estamos exercendo no facebook um trabalho pedagógico, sem uma organização formal em 'causas' ou 'grupos', apenas alertando nossos amigos/contatos e até 'amigos de amigos', tentando espalhar e disseminar a necessidade do sentido crítico, aproveitando a lucidez das pessoas q enxergam em nós, jornalistas formados, figuras dotadas de formação teórica geral, e atualizada em 'cultura web', capazes de elucidar algumas coisas e advertir para a necessidade urgente de começar a separar o joio do trigo. Artistas brilhantes, como meu querido amigo Bebeto Alves, têm contribuído nesse trabalho, q já se transformou numa verdadeira resistência!!
Um abração pra ti e pro Iuri!!!

11:43 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home