domingo, junho 10, 2007

Estes incríveis incrédulos

No dia 6 de dezembro de 2004, postei aqui um comentário intutulado O Ceticismo. Ali eu falava de minha irritação com pessoas que duvidam de tudo, que acham que qualquer afirmação é mentira até prova em contrário. Para tentar apresentar uma visão isenta sobre o assunto, falei também dos crédulos, mas concluí que os céticos ainda me incomodam mais.

Desde então, voltei a encontrar espécimes dessa desconfiada classe. Um deles chegou a se dirigir de forma agressiva a um integrante da comunidade "O verdadeiro Mario Quintana", pedindo que apresentasse prova de que tinha realmente falado com a sobrinha do poeta, "do contrário é mentira - e mentira TUA". Diante de uma atitude infantil dessas, em respeito aos demais integrantes, fui obrigado a expulsar o inconveniente membro. Depois ele se manifestou em seu álbum de fotos, novamente afirmando que estávamos acreditando num mentiroso, mas acabou saindo do Orkut. De minha parte, não sentirei saudades.

Faz algum tempo que o Orkut implementou um recurso interessante, que é o de fazer buscas nos tópicos de todas as comunidades. Por curiosidade, resolvi conferir onde foram postados links para este blog. Não é difícil: basta procurar "emiliopacheco". Entre indicações diversas, muitas delas feitas por mim mesmo, encontrei um tópico na comunidade dos Engenheiros do Hawaii com o título Facel Vega (Grande raridade ou viagem). Fazia referência a um post deste blog (este aqui) onde mostrei o programa do show de lançamento do primeiro LP dos Engenheiros do Hawaii, em 1986, e comentei que a música que viria a se chamar "Revolta dos Dândis" foi apresentada com o título de "Facel Vega". Apesar da imagem digitalizada, das informações detalhadas sobre o show e o fato de eu me apresentar como jornalista neste blog (o que deveria significar responsabilidade sobre as informações postadas), o fã que divulgou o post já começou questionando sua veracidade no próprio título. Um dos membros respondeu que "se fosse verdade", pouca gente sabia disso. O criador do tópico insistiu: "nunca tinha ouvido falar nisso, é verdade?" Incrível como essa garotada pensa mesmo que conhece tudo sobre seus ídolos.

Nesta hora é impossível não lembrar do problema das autorias falsas. Se um internauta encontra um texto bem meloso com a assinatura de Luis Fernando Verissimo num blog de adolescente, não apenas acredita como ainda copia, repassa e acrescenta um comentário do tipo "Verissimo é demais". Ou então um falso Quintana cheio de conselhos de vida, como o verdadeiro jamais escreveria. Mas um fã encontra uma informação sobre seu ídolo no blog de um jornalista e, como ele "sabe tudo" e nunca ouviu falar, acha que é "viagem".

E depois dizem que não tenho paciência...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home