sábado, junho 09, 2007

Sábado

Eu até gosto de fim-de-semana com chuva, mas não tendo que levar meu filho para fazer exame de sangue. Pra piorar as coisas, estou com faringite. Por sorte, sem febre. Faz menos de duas semanas que fiz a vacina contra a gripe. Fui informado de que ela leva 15 dias para começar a fazer efeito e 30 para atingir o nível máximo de imunização. Ou seja, estou no "prazo de carência". Mas faringite não é gripe. É uma inflamação chata no fundo da garganta que, no meu caso, causa uma prostração tremenda. É como se desse "queda de luz" no corpo todo. Só dá vontade de ficar deitado. Certa vez um médico me disse que eu teria faringite a vida toda porque extraí as amígdalas. Ah, sim. Do contrário eu teria amigdalite. Explicou tudo!

Na minha infância, todos tomávamos vacina contra a varíola. Ela formava uma ferida redondinha que coçava pra caramba. Mas a gente não podia tocar. Que agonia! Lembro quando perguntei para a minha mãe o que era vacina. Quando ela explicou, imediatamente perguntei se existia vacina contra "azia". Na verdade eu estava usando o nome errado. Queria dizer enjôo de estômago. Era o que mais me afligia quando criança, aquela sensação desagradável que normalmente leva ao vômito. Mas na época eu não percebia essa relação causa e efeito, apenas ficava aflito com o mal-estar. Descrevi o que estava sentindo e minha mãe falou que era azia. E assim usei o nome errado por muito tempo. Hoje eu até tomaria uma vacina contra azia, se existisse. Azia mesmo.

Hoje deveria ser o show de Alice Cooper inaugurando o teatro do Bourboun Country (favor pronunciar "cântri" e não "cáuntri", que é totalmente errado). Já faz algum tempo que foi cancelado. Eu estava bem animado para essa apresentação, até coloquei em dia a minha coleção de DVDs dele. Pois agora só me resta vê-lo cantando na tela da TV. Até pensei em ir a Curitiba, onde ele se apresenta amanhã, mas desisti. Já vi Alice Cooper ao vivo em Porto Alegre, mas ele cantou apenas duas músicas: foi no "British Rock Symphony" em 2000. Alice veio ao Brasil pela primeira vez em 1974. Foi o primeiro grande astro de rock a se apresentar por aqui. Era normal que fizesse um enorme sucesso. Só que até hoje ele atribui a recepção calorosa que teve às semelhanças entre a teatralidade do seu show e os rituais de Macumba. Nada a ver!

Eu sou um colorado desnaturado, mesmo. Sabem o que eu estava fazendo enquanto meu time conquistava a "Tríplice Coroa"? Dormindo! Foi o começo da faringite. Mas foi bom dormir cedo. Meu time não precisou da minha torcida. E depois, por que eu iria ficar acordado para ver algo tão rotineiro quanto o Inter ser campeão? Já perdeu a graça!

Estou no quinto parágrafo e a chuva não parou. É, acho que eu e meu filho vamos ter que encarar um guarda-chuva, mesmo. Estou tranqüilo porque sei que, mesmo no sábado, o laboratório funciona à tarde. Só espero que hoje não seja uma exceção, por causa do feriado de anteontem. No Brasil, o único dia da semana em que feriado não vira feriadão é quarta-feira. Mas eu trabalhei ontem.

Bom fim-de-semana a todos!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home