domingo, maio 27, 2018

O melhor vídeo das Copas (até 1982)

Em 1985 eu realizei um sonho acalentado desde 1978, quando vi um anúncio na revista americana Time, e comprei meu primeiro videocassete. Sim, o aparelho virou febre e, em poucos anos, todos tinham. Mas era algo que eu desejava independente de se popularizar ou não. Imediatamente, inscrevi-me no saudoso "Internacional Videoclube", na Rua da Praia. E uma das primeiras fitas que tirei foi um documentário sobre a participação do Brasil em todas as Copas de 1930 a 1982. Desde então, venho tentando conseguir este VHS ou pelo menos uma cópia para o meu acervo. Neste ano, finalmente, encontrei um exemplar original da fita. E já passei para DVD.
Tenho vários lançamentos sobre as Copas, tanto em VHS quanto em DVD, mas nenhum chega aos pés desta produção de três horas em velocidade EP. Como logo se percebe, a fita vinha de brinde para quem comprasse um videocassete Philco. Mas o videoclube a disponibilizou para os sócios como um lançamento normal. Com apresentação de Luciano do Valle, a edição mostra praticamente todos os gols disponíveis em filme ou vídeo da Seleção Brasileira nas Copas até 1982. O material é precioso. As imagens da Copa de 1950 são as mesmas que o Globo Repórter exibiu no especial "O Dia em Que o Brasil Chorou", incluindo algumas entrevistas e a narração de Sérgio Chapelin. Foi também nesta fita que finalmente eu soube em detalhes o que aconteceu com o Brasil na Copa de 1966.
Como se trata de um produto de marketing, de tempos em tempos aparecem slides registrando momentos históricos da Philco no Brasil. Outra curiosidade é que a fita tem a extensão normal das que eram vendidas na época (equivalente a duas horas em velocidade SP ou seis em EP), mas apenas a metade está gravada (três horas em EP, como já foi dito). No final do documentário, surge uma mensagem de que a segunda metade foi reservada para que o usuário grave a Copa de 1986. E Luciano do Valle se despede dizendo: "Felicidades!" Isso tudo está na minha memória, pois o proprietário anterior da fita que eu comprei seguiu o conselho ao pé da letra e, de fato, gravou imagens de 1986 por cima disso tudo que eu relembrei. Pelo menos ele preservou o essencial. Ainda não examinei o que contém a gravação caseira mas, se tiver todos os jogos do Brasil naquele ano, pode ser um bônus interessante. Eu, como colecionador, preferia que o "felicidades" do Luciano não tivesse sido desgravado.

Talvez eu coloque esse material no YouTube. De qualquer forma, alguém já disponibilizou a parte da Copa de 1950. Vejam aqui.