sábado, fevereiro 25, 2017

Cadê os equipamentos de som?

Sempre fui muito mais discófilo do que audiófilo (para saber a diferença, leiam este meu texto aqui, publicado originalmente no International Magazine). Mas isso não significa que eu nunca tenha cobiçado bons aparelhos de som. Ganhei meu primeiro equipamento de verdade aos 15 anos. Era um Gavox não muito sofisticado. Ficava devendo nos graves, mas já era um começo. Não lembro a marca do toca-disco. Aos 19, evoluí para um amplificador Gradiente. Dez anos depois, já tendo um CD player também Gradiente, comprei um sistema Technics, incluindo equalizador. Tenho até hoje (estou com 56 anos, caso queiram fazer as contas). Só o sintonizador parou de funcionar. 

Em 2013, como registrei aqui, adquiri meu primeiro e por enquanto único home theater. Pensei estar começando por uma configuração bem simples e básica, somente o Blu-ray player e as seis caixas ligadas diretamente nele. Nada de amplificador, nem equalizador. Só que, neste ano, quando fui procurar outro sistema semelhante para colocar no meu quarto, tive uma surpresa: o modelo que eu tenho saiu de linha. E o que encontro por aí são opções paupérrimas, com caixas minúsculas e o odioso recurso para contentar quem tem TOC com fios atravessados na sala: conexão wireless nas caixas traseiras. Qualquer ouvinte minimamente exigente sabe que não se pode confiar em áudio wireless. Mas o consumidor comum parece ver isso como uma enorme vantagem. 

Foi então que me dei conta de algo que já acontece há bastante tempo, apenas eu não havia atentado para o fato: não existem mais lojas de equipamento de som em Porto Alegre. Não apenas pontos de venda especializados, como a saudosa Casa dos Gravadores e a Circuito City, mas nem mesmo as lojas de departamentos. Lembro que a Masson e a Casa Victor, para citar apenas duas, tinham salas reservadas para demonstração de equipamentos. Ninguém mais se interessa em ter um som de qualidade? Os adolescentes de hoje não têm o sonho de consumo de pelo menos um kit básico com amplificador e caixas? A tecnologia avançou - hoje temos surround de verdade, por exemplo - mas os produtos empobreceram? Não consigo entender. Será que estão todos satisfeitos em apenas ouvir estações de música da TV a cabo?

Bem, vou seguir em minha busca de um home theater pelo menos tão bom quanto o que já comprei. Sim, aquele que eu considerava básico, bom suficiente para um iniciante. Imaginei que, se procurasse, encontraria potentes e sofisticadíssimos amplificadores dedicados para uso com Blu-ray em 5.1. Vejo televisores cada vez maiores e melhores nas lojas, mas equipamentos de som, nada. Como vivem os audiófilos de hoje? Colecionam velharias? Tenho saudade dos tempos em que a revista Somtrês publicava mensalmente uma lista de preços e comentários dos diversos módulos que poderiam compor um bom sistema de som. Infelizmente, o mercado de áudio parece estar encolhido e irreversivelmente emepetrizado. Uma pena.

5 Comments:

Blogger José Elesbán said...

Pois é, uma pena.
Mas talvez dê para encontrar bons (ou razoáveis) sistemas via internet. A questão é que só é possível testá-los quando são entregues.

8:34 PM  
Anonymous Renan Pilla said...

É verdade, Emilio!! Também era um cliente assíduo da Casa dos Gravadores. Comprei meu som Technics lá, completo, com aquelas incríveis caixas de som, graves potentes e tudo mais. Não foi barato, mas ainda o possuo até hoje. Também me mostro insatisfeito com as opções de aparelhagens de som que temos hoje em dia. O melhor equipamento que encontrei foi um Home Theather da Sony (7.1), caríssimo, e com um áudio muito potente e de qualidade, e com várias caixas de som (com fio, felizmente). Também não sou adepto do wireless. Equipamentos antigos, se você ainda procura algum dos bons, havia uma loja de aparelhos usados na Coronel Vicente (em frente a Mil Sons), não sei se ainda existe... Mas era uma das boas opções para os audiófilos exigentes!!

1:53 PM  
Blogger Emilio Pacheco said...

Lembro dessa loja da Coronel Vicente, eles também alugavam videodiscos. Estive lá e não achei mais. Esse equipamento da Sony que encontraste foi recentemente? Não achei mais NADA da Sony nas lojas de Porto Alegre! A solução? Recorri ao Mercado Livre. Consegui de uma loja de Campinas um home theater Sony IGUAL ao que eu tenho na sala! O preço foi mais ou menos o que eu paguei pelo anterior. A parte mais complicada foi trazer a caixa do correio! Tive que chamar um táxi e o motorista me ajudou. Mas foi uma grande emoção abrir o pacote e encontrar um home theater Sony lacradinho, igual ao que eu tinha comprado em 2013. Engraçado que o outro eu tinha comprado no Shopping Praia de Belas e também trazido de táxi. Não lembro que tenha dado tanto trabalho. Esse Sony é perfeito para mim pelas seguintes características: 1) Quatro caixas de torre; 2) Todas com fio; 3) Lê DVDs americanos sem problema; 4) Tem recurso 3D (isso a maioria ainda tem); 5) Entrada USB que inclusive reconhece arquivos WAV. Espeta um pen drive ali e dá pra curtir arquivos de áudio e vídeo numa boa. Pena que, aparentemente, saiu de linha. Essa loja devia ter algum sobrando no estoque.

5:50 PM  
Anonymous Renan Pilla said...

Emilio, por incrível que pareça, encontrei esse som na Magazine Luiza, ali do Shopping Praia de Belas. Foi no ano passado, quando entrei pra comprar um ferro de passar roupa (!!). Mas na época não tinha "bala na agulha" pra comprar esse home Theather. Devia estar custando uns 4 ou 5 mil reais. Não lembro se incluía todas as caixas de som (que eram muitas e potentes). E o mais importante, não eram Wireless. Cheguei a procurar outros Home Theaters que chegassem aos pés desse da Sony, mas não encontrei nenhum outro. Resumindo: até hoje não tenho Home Theater em casa, por não ter achado nenhum que satisfizesse meus ouvidos exigentes...

11:31 AM  
Blogger Emilio Pacheco said...

No ano passado ainda devia ter esse que você viu, hoje não tem mais, pois estive no Magazine Luíza. O que eu comprei não custa tão caro. Quem quiser algo realmente bom tem que encarar o Mercado Livre, não adianta.

12:55 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home