sábado, agosto 13, 2016

Grosseria bilíngue

Eu sou chato. Vocês sabem que eu sou. E eu também sei. Não preciso que me digam. Feita essa ressalva, vamos ao que interessa.

Esta postagem de uma brasileira que, mesmo entendendo, recusou-se a falar inglês com um turista, está sendo bastante criticada:
Pisou na bola a moça. Existe uma diferença enorme entre alguém que se muda para um país e um turista que comparece a um evento de interesse mundial. No primeiro caso, espera-se que o imigrante estude e domine o idioma de sua nova pátria. Mas cidades turísticas, como o Rio de Janeiro, costumam estar preparadas para lidar com estrangeiros. Ainda mais durante a Olimpíada. Se a garota em questão não tivesse entendido, tudo bem. Mas compreendeu e teimou em responder em português. Uma atitude grosseira e totalmente injustificada. 

Imagino que o inglês dela seja bom o suficiente para ter prestado a informação solicitada de forma compreensível. Mas, ao relatar o incidente, ela cometeu quatro erros. Primeiro: não se diz "an information". Nem "one information", nem "informations". O substantivo "information" é incontável! O americano pode ter dito "some information", "a piece of information" ou apenas "information". Segundo: o que aquele "isn't" está fazendo no final da frase? Fica difícil até de entender o que ela quis dizer. "Né", talvez? Sei lá. Terceiro: a grafia correta é "Olympic", com "y" depois do "l". Por fim, com "you" usa-se "do", não "does", como ela escreveu.

Mas tudo bem. Feliz Dia dos Pais!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home