sábado, julho 30, 2016

Manifestações

Não participarei das manifestações neste domingo, pois passarei o dia com meu filho. Mas todos sabem de que lado estou. E digo que, se o resultado da eleição tivesse sido aceito e respeitado, que é o mínimo que se espera numa democracia, nada disto seria necessário. E a crise não teria sido fomentada, como aconteceu. É exatamente porque nem todos pensam igual que se faz uma votação. É na urna, não na rua, que se decidem estas questões. Quem resolve assunto na rua é gigolô e traficante. 

Gostaria de acreditar que esta mancha negra na História do Brasil é reversível, mas pelo visto vai demorar. O estrago foi grande. Sei de gente que vem participando das manifestações pró-impeachment que nunca leu um só livro de História. Não sabe o que foi a Legalidade, o AI-5, não sabe nada. Só sabe que não gosta da Dilma. E por isso acha legítimo jogar no lixo os votos da maioria dos eleitores. Só está enxergando a conveniência de ter tirado na marra uma Presidente em quem não votou. E ainda aproveita para fazer um carnavalzinho fora de época. Não percebe o abalo que ajuda a causar no processo democrático, nem o preço político que todos teremos que pagar mais cedo ou mais tarde. 

Em todo o caso, não percamos as esperanças. Ainda temos eleições. Desacreditadas, frágeis, mas temos. Pelo menos a vontade do povo ainda pode ser formalmente expressada. Se vai ser respeitada depois é outro problema.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home