sábado, setembro 26, 2015

Livros, etc.

O livro do músico e jornalista Arthur de Faria sobre Elis Regina já tem capa e data de lançamento. Clicando-se aqui, é possível acessar o site da Arquipélago Editorial e efetuar a encomenda antecipada. O envio está prometido para a partir de 8 de outubro.
O terceiro livro da série "Então Foi Assim", em que Ruy Godinho conta a história de várias canções antológicas da música brasileira, está comigo desde dezembro de 2013. Como já acontecera no volume 2, meu nome consta na extensa lista de agradecimentos. Eu indiquei e fiz o meio de campo para que Ruy entrevistasse Kleiton Ramil sobre "Vira Virou" e Zé Caradípia para contar a origem de "Asa Morena" (no volume anterior, minha colaboração resultou no capítulo sobre "Mal Necessário", de Mauro Kwitko). Numa falha imperdoável, acabei não registrando o lançamento aqui no Blog. Mas agora tenho uma segunda chance, pois os três livros foram reeditados numa caixa para quem quiser adquirir a coleção toda de uma só vez. Então está dada a dica. Quem ainda não comprou nenhuma das edições agora pode tê-las todas numa embalagem exclusiva. 
A foto acima foi tirada por mim na noite de 8 de maio de 1998, no Auditório Araújo Vianna. Aí aparecem Fughetti Luz e Mimi Lessa, do Bixo da Seda, cantando "Trem". Eu os cliquei bem na hora do refrão: "Não perca o trem!" Mas a moldura e os retoques foram feitos por Shanti Luz, filha de Fughetti, que a divulgou no Facebook. Isso foi no show coletivo "Heróis do Rock", do qual participaram também Tutti Frutti (com a gaúcha Helena Theodorellos no vocal), Made in Brazil e, numa canja rápida, João Ricardo dos Secos e Molhados. Cobri o show para o International Magazine. Em algum momento eu poderei digitalizar e divulgar as demais fotos que ainda tenho desse memorável evento. 
O documentário "A Trilha do Rock no Brasil", que deverá ir ao ar no Canal Brasil, já está com sua edição praticamente pronta. No começo do mês, recebi um telefonema de um rapaz da produção perguntando onde poderia conseguir imagens de grupos gaúchos dos anos 60. Indiquei nomes de jornalistas que talvez tivessem exatamente o que ele estava procurando. A foto acima é do dia 6 de abril, em que a equipe da B2 Filmes esteve em Porto Alegre e eu concedi uma entrevista sobre rock gaúcho. Não sei o quanto do que eu falei será usado na edição final, mas de qualquer forma estou curioso para ver o resultado. Vamos aguardar.

Bom resto de fim de semana a todos!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home