sábado, setembro 29, 2012

Hebe

Na noite de 4 de abril de 1998 eu estava no Beira-Rio para cobrir o show de Roberto Carlos e Pavarotti (para o International Magazine). Sentei-me nas cadeiras reservadas aos jornalistas, na última fila da área bem da frente, e fiquei conversando com um colega ao lado. De repente, o público se manifestou: Hebe Camargo chegava ao estádio! Os portoalegrenses não estão acostumados a ver celebridades televisivas de perto e a presença da comunicadora mexeu com a plateia.

No final da apresentação, em que Roberto e Pavarotti cantaram juntos, fui para a frente do palco tirar fotos. Depois do encerramento, vi que Hebe estava sentada bem na frente, acho que na primeira fila. De onde eu estava, pude ouvir quando ela falou para os VIPs ao seu redor, com o mesmo sorriso e a simpatia de sempre: "Não se abofe" (sic)! Na saída, mais uma vez, a movimentação dela agitou o público. E ela correspondeu, dando uma corridinha, com plena vitalidade, como quem ensaia uma volta olímpica. Deu um show à parte.

Há que se admirar Hebe por seu carisma e sua popularidade que nunca decaiu. Hoje, infelizmente, ela se foi. Deixará saudades.

1 Comments:

Blogger Cléia Vargue said...

A dificuldade de se lidar com a morte, está na total ausência física, por isso a dor de familiares e amigos mas pelo que sei da vida da Hebe, ela viveu plenamente a vida e também soube nas dificuldades procurar o conhecimento da vida em outro plano, então realmente não há o que lamentar, fica o exemplo. Um abraço amigo Emílio, sempre bom ler teu blog.

10:11 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home