quinta-feira, julho 19, 2012

Embromation

Aos 12 anos, ganhei do meu irmão João Carlos (Cau) uma fita pré-gravada (original) que ele tinha do álbum "New Ton Ton". Era uma coletânea de artistas diversos. Eu sabia que o Terry Winter era brasileiro, mas hoje vejo que havia vários "falsos americanos" na compilação. Minha faixa preferida era "Teach Me Tiger", cantada por uma tal de Cristine. No começo, havia um diálogo rápido entre um homem e uma mulher, mas eu não entendia nada.
 
A fita acabou sumindo, infelizmente. Mas anos depois consegui ouvir a gravação original de "Teach Me Tiger" com April Stevens (na verdade uma regravação de 1965) e decifrar o diálogo: "What are we stopping on this lonely road for?" (Por que estamos parando nesta estrada solitária?) "Gee, it looks like my car's out of gas!" (Puxa, parece que meu carro ficou sem gasolina!) Mesmo assim, alguma coisa na minha memória não fechava. O diálogo que eu lembrava do álbum "New Ton Ton" parecia diferente. Sim, era outra versão, mas as frases deveriam ser as mesmas, certo?
 
Pois hoje, graças ao blog "Só Música", consegui ouvir de novo a gravação da minha pré-adolescência. E - surpresa! - continuei não entendendo nada! No diálogo de introdução, o casal (brasileiro, com certeza) manda ver um belo "embromation"! A letra da música a moça até canta certinha (com vários erros de pronúncia, mas pelo menos se entende), mas as duas frases são pura enrolação. É incrível que algo tão amador chegasse a ser lançado em disco!
 
Para baixar o LP a partir do blog citado, cliquem aqui. E para ouvir a gravação original de April Stevens, cliquem aqui.

P.S.: A versão "embromation" pode ser ouvida diretamente aqui, sem necessidade de baixar o LP todo.

2 Comments:

Anonymous Anônimo said...

O post é de 2012, mas só ontem eu li. Também passei a mesma situação, de (na época) gostar das musicas e não falar ingles. Realmente é um baita embromation. Mas também notei que a própria versão original é totalmente sem noção! Ou sou só eu que não entendo as falas "porque paramos aqui?" e "acho que fiquei sem gasolina" se o que abre a gravação é um som de uma freiada brusca e uma batida (peixada) violenta? Parou por que? Porque bateu, pô!!!!!!

10:49 AM  
Blogger Emilio Pacheco said...

Aquele barulho de colisão não tem nada a ver, mesmo! Não combina nem com o clima da música em si.

6:50 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home