domingo, junho 05, 2011

Sarinha e os direitos autorais

Eu me orgulho de ter sido um dos primeiros a acreditar que a verdadeira autora da crônica "Quase" era mesmo a catarinense Sarah Westphal Batista da Silva (depois da família dela, é claro). Que o texto não havia sido escrito por Luis Fernando Verissimo, os antigos fãs do cronista já sabiam. Mas, quando Sarinha, como é conhecida entre os amigos, postou um tópico na comunidade de Verissimo no Orkut intitulado "Eu escrevi o Quase", muitos desconfiaram. Como poderia essa então desconhecida estudante de Medicina de Florianópolis ter sido a criadora de um dos textos de maior sucesso da Internet? De minha parte, não vi razões para duvidar. A argumentação dela me pareceu bastante segura. Se nada até então havia sido encontrado na obra dos grandes escritores, só restava, literalmente, um autor desconhecido. Pois Sarinha se apresentou.

No dia 24 de março de 2005, em sua coluna, Verissimo contou uma história bastante curiosa sobre como o "Quase" foi parar numa coletânea de autores brasileiros na França. Com o nome dele, claro. E manifestou seu desejo de entrar em contato com o real autor. Este Blog citou o fato e disse que estava na torcida por Sarinha. Na coluna da semana seguinte, lá estava o nome dela, no último parágrafo, devidamente creditado. Um ano depois, o Blog entrevistou não só Sarinha como também Gabriella Scheer, a brasileira radicada em Paris que, equivocadamente, incluiu o "Quase" na citada compilação (todos os links serão colocados ao final).

Pois Sarinha tem novidades. Ela abandonou o curso de Medicina para seguir sua verdadeira vocação: Jornalismo. Forma-se em julho. E seu Trabalho de Conclusão de Curso é um Manual de Proteção de Direitos Autorais. Hoje com 27 anos, a formanda quer ajudar outras pessoas que enfrentaram a mesma dificuldade que ela para reivindicar a autoria de um texto. Mesmo depois de toda a divulgação, com aval do próprio Luis Fernando Verissimo, ela afirma que o "Quase" ainda aparece indevidamente creditado ao escritor gaúcho. Em alguns casos, houve quem substituísse a atribuição indevida por atribuição nenhuma, isto é, omitisse completamente o nome da autora. Ela conhece como ninguém a teimosia dos incautos em reconhecer a verdadeira autoria de crônicas e poemas que circulam pela Internet, então decidiu redigir um trabalho que servisse de guia para os escritores.

Eu tive o privilégio de ler um esboço da monografia de Sarinha em primeira mão e gostei bastante. Ele começa explicando o conceito de obra intelectual e os diversos direitos a ela associados. Esclarece o que está e o que não está protegido e as etapas para registrar um trabalho, detalhando documentação e fóruns competentes. Há uma seção de dúvidas frequentes, formas de cessão para publicação e os contratos a elas vinculados, impostos, os tipos de violação de direitos autorais e como se prevenir deles ou remediá-los. É uma obra que mereceria publicação e ampla divulgação, já que presta um enorme serviço a novos escritores e ajuda a disseminar a questão dos chamados apócrifos, ou textos divulgados com autoria incorreta. Sarinha, mais uma vez, está de parabéns. Mas fica nos devendo para o futuro um livro com o que ela sabe fazer melhor: crônicas e poemas.

Esta foto já havia sido publicada antes aqui no Blog. É o trecho final do "Quase" transcrito na parede de um restaurante em um shopping de Florianópolis. Exceto pela falta do "h" no final do primeiro nome, a autoria foi atribuída corretamente.

-*-

Leia também:

Desvendando o quase (Em que este Blog afirma que está na torcida para que o nome de Sarinha seja citado por Luis Fernando Verissimo, depois que ele manifestou desejo de saber quem é o verdadeiro autor do "Quase".)

Parabéns, Sarinha! (Comemorando a citação do nome dela na coluna do Verissimo, como esperado.)

Quase (A famosa crônica.)

Um ano de "Presque" (Entrevistas exclusivas com Sarinha e também com Gabriella Scheer, um ano depois da divulgação da verdadeira autora do "Quase" por Luis Fernando Verissimo.)

Outra da Sarinha (Um belo poema de Sarah Westphal que este Blog publicou em primeira mão.)

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home