domingo, dezembro 26, 2010

A turma do "todas" está em todas!

As pessoas que respondem "todas" nos tópicos do Orkut que perguntam "música preferida de tal artista" deveriam receber uma penitência: escrever o nome de cada uma, sem consultar. Aí talvez elas se dessem conta da grande bobagem que estão dizendo.

Se eu perguntasse aos visitantes do Blog qual o seu texto preferido e alguém respondesse "todos", eu até poderia ficar feliz por saber que essa pessoa quer me agradar, mas jamais poderia levar a sério. Como alguém pode gostar de tudo o que eu escrevi? E na mesma intensidade?

Eu fico tentando imaginar o que realmente querem dizer esses iluminados que respondem que todas as músicas de seu ídolo são as preferidas. Vejam bem: preferidas! Não é se gosta ou não gosta, é a de que mais gosta. E a turma responde, totalmente sem noção: "todas". Algumas hipóteses:

- É força de expressão e eles querem dizer "todas as que conhecem".

- Elem querem dizer "todas as que conhecem", mas não é força de expressão, eles realmente pensam que conhecem todas! Tem mais gente assim do que vocês imaginam. E não só na música. Vendedor de livraria, por exemplo, pensa que conhece todos os livros.

- Eles não sabem os nomes das músicas preferidas, então escrevem "todas" pra não pagar mico - e acabam pagando um mico ainda maior.

- Eles se sentem numa competição para saber quem é mais fã e por isso acham que, se responderem só meia dúzia, ficarão para trás no ranking. Algo assim como: "Eu sou mais fã do que você, eu gosto de todas!"

Eu sei que já escrevi sobre isso antes (aqui), mas não resisto e tenho que tocar no assunto de novo. Porque a turma do "todas" está em todas! E eu nunca vou me acostumar com isso.

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Não deveria nos despir assim...as pessoas gostam de viver as escondidas na levianidade sem razão. dizer pra sermos corretos, seria como pedir para não pecarmos jamais.
E a propósito so gosto de quatro músicas do U2....
Maria

9:48 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home