sexta-feira, maio 22, 2009

A garotinha Maísa

Admiro Sílvio Santos como apresentador e empresário. Estar no ar há tanto tempo, sempre com prestígio e ibope, sem dúvida é um mérito. Mas foi preciso ele magoar a garotinha Maísa Silva, de 6 anos, para o público perceber algo que eu já noto há várias décadas: ele se diverte às custas das pessoas.

Há muitos anos existia um quadro em que o concorrente tinha que escolher entre uma quantia em dinheiro ou o prêmio que estava escrito dentro de um envelope. Uma senhora bastante simples estava em dúvida. Sílvio começou a puxar aos poucos o papel e mostrou que aparecia a palavra "casa". Perguntou a ela se tinha uma casa e ela começou a chorar, dizendo que era um barraquinho. Quando ela finalmente escolheu o envelope, a papeleta continha a expressão "tapete de casa". E Sílvio ainda ficou rindo enquanto ela, furiosa, levava o seu presente de grego. E assim havia vários prêmios com denominações que levavam a crer ser algo bem maior do que realmente era. Por exemplo: aparecia a palavra "Disneylândia" e o prêmio era uma "foto da Disneylândia". Claro que o participante estava ciente de que podia ser um engodo. Mas Sílvio se divertia.

Em outra ocasião, Sílvio ofereceu prêmio a quem tivesse o cabelo mais longo. Lembro que dois rapazes do grupo de rock Salário Mínimo foram contemplados. Mas, como de costume, apareceu uma senhora bastante simples. Foi premiada, mas ainda assim Sílvio ficou torturando-a psicologicamente, oferecendo um valor maior para que cortasse o cabelo. Ela ficou tensa, quase em lágrimas, enquanto a oferta ia aumentando. Quando o apresentador propôs uma quantia realmente significativa, ela topou na hora, sem titubear, dizendo que ia "terminar sua casa". Aí Sílvio disse: "mas esse valor a produção não deixa pagar" e dispensou-a, sempre com o mesmo sorriso.

Mas agora Sílivo pegou pesado. Magoou uma criança e ainda incitou o auditório inteiro a chamá-la de "me-dro-sa, me-dro-sa". O homem do baú sempre teve essa postura, mas antes suas vítimas eram adultos. A meu ver, o respeito é devido a pessoas de todas as idades. Mas, no caso de crianças, o abuso é ainda maior. Maísa foi proibida pela Justiça de participar do programa. Decisão corretíssima. Sílvio Santos pode ter e tem vários méritos, mas precisa aprender a respeitar os sentimentos de quem participa de seu programa, sejam adultos ou crianças.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home