sexta-feira, março 16, 2007

Estatísticas do blog

No fim, o blog passou dos 20 mil acessos e eu nem fiz o registro, como era de costume. Depois que instalei o novo contador e recomecei a contagem do zero, perdeu um pouco o sentido ficar comemorando um número que é muito inferior ao real. Mas só hoje fui examinar todas as informações que o Site Meter oferece e fiquei impressionado. Exceto a identidade, fico sabendo de tudo sobre os últimos 100 visitantes: endereço IP, localidade, de que página vieram e que endereço acessaram. É possível saber também a pesquisa que fizeram no Google ou outra ferramenta de busca para chegar até aqui. Sobre isso, fiquei estarrecido com uma descoberta sobre a forma como a maioria faz as consultas.

Não foi surpresa confirmar que um dos textos mais visitados é "
Os falsos Quintanas", como já informei anteriormente. O mesmo não esperava de "Colírio", uma postagem despretensiosa que fiz na noite de 3 de dezembro de 2004. Com apenas duas frases, expliquei que fazia tempo que não colocava foto no blog, então estava postando uma imagem de Alessandra Negrini. Por que a escolhi? Porque é uma atriz que sempre achei bonita. Faz o meu tipo.* Não havia qualquer outro motivo. Inclusive, a foto que coloquei era um tanto sem graça, em que ela aparecia totalmente vestida. Para contrabalançar, incluí um link para uma "foto melhor", como disse sutilmente. Pois, por incrível que pareça, esse tópico totalmente supérfluo pode ter sido a razão do aumento repentino de acessos ao blog. E tudo porque faz pouco tempo que estreou uma novela com Alessandra Negrini em um papel de destaque. É inacreditável a força da Globo. Tenho certeza que as pessoas que conferem o blog por causa dela se decepcionam, pois não há nada de mais naquela mensagem. Isso me faz perceber que, se eu comentasse com mais freqüência as atualidades da televisão, a visitação aumentaria mais ainda. Pensando bem, deixa assim.

Mas como eu ia dizendo, as pesquisas de quem chegou a este blog via Google me revelaram uma curiosidade: a maioria submete uma consulta em linguagem corrente, como quem pede uma informação, imaginando que o Google vá entender. Gente, o Google não é um programa de inteligência artificial! Se vocês digitarem "tudo sobre geminianas", sem aspas, como fez um internauta, encontrarão todas as páginas em que aparecerem as palavras "tudo", "sobre" e "geminianas". Casualmente as três estão em meu texto "
As geminianas", mas foi apenas coincidência. Outro digitou "letra da música em português Massachusetts dos Bee Gees", também sem aspas, e chegou numa página de arquivo de um mês inteiro do blog, onde obviamente não encontrou o que procurava. Essa eu realmente não esperava. Agora entendo por que tem gente que tem tanta dificuldade de achar o que busca na Internet! Em princípio, só o que o Google faz é indicar páginas onde aparecem as palavras digitadas (ou, se estiverem entre aspas, a expressão)! Existem recursos de sintaxe que permitem fazer uma pesquisa mais refinada, mas "conversar" com o Google e "explicar" a ele o que se quer encontrar não produz o resultado esperado!

Por fim, fiquei satisfeito de constatar que tem gente do Brasil inteiro me visitando. E até alguns gatos pingados do exterior. Imaginava que a incidência maior fosse em Porto Alegre, mas o povo é bem espalhado. Como o Site Meters omite os caracteres com acento, às vezes tenho que decifrar o nome da localidade. Onde fica "Niteri", no Rio de Janeiro? Que diachos é "Belm", no Pará? (Calma, eu já entendi que são "Niterói" e "Belém", mas levei um segundo para perceber.) Outros aparecem como "país desconhecido", talvez porque sua identificação não revele a origem. Então, pela primeira vez desde que este blog foi inaugurado, quero mandar um abraço para meus amigos do Rio de Janeiro, Brasília, Filipson, Curitiba, Louveira, Andover (Massachusetts, Estados Unidos), Esteio, Cotia, Recife, Carneirinho, Provo (Utah, Estados Unidos), Goiânia, Caxias do Sul, Sapucaia, Lima (Peru), Sananduva, Agudos, São Caetano do Sul, Jaguarina, Paulo, Nossa Senhora do Ó, Campo Bom, São José, Pedra Azul, Joinville, Salvador, Canoas, Cachoeirinha, Jatazinho, Paverama, Eixo (Aveiro, Portugal), Venda Nova, Barueri, Pradópolis, Cuiabá, Vancouver (Canadá – esta eu sei quem é, está
aqui) e mais os habitantes do "país desconhecido"! Voltem sempre!

*Minha namorada pediu para riscar esse trecho.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home