quarta-feira, julho 08, 2015

Site Meter voltando aos poucos

O contador do Site Meter continua não aparecendo na página, mas pelo menos o site voltou a registrar os acessos. E desta vez corretamente, ao que parece. O gráfico acima, que supostamente mostra as visitas, dá uma ideia do caos que se instaurou. Pra mim está claro que os números de 19 a 28 de junho são irreais. Um blog teria mais de 200 visitantes quatro dias seguidos e nenhum de 26 a 28? Isso que nem estou mostrando as fantasiosas visualizações ("views"), que chegaram a mais de 30 mil no dia 29. Pelo que fui observando, os números daquele dia foram sendo incrementados retroativamente nas datas seguintes. Loucura total!

Mas é um alívio voltar a monitorar as visitas ao Blog. Fiquei mal acostumado com isso. Não tenho como saber exatamente quem está acessando, pois só aparece o IP. Mas às vezes até desconfio, pelo argumento de busca, pela cidade, provedor, sistema operacional e, claro, pelo link que trouxe até aqui. Existe também a questão da alocação dinâmica de IP. O meu já mudou algumas vezes. Por outro lado, tem um IP que visita o Blog há anos rigorosamente com o mesmo número, via Procempa. Não sei quem é. 

Foi das consultas ao Site Meter que nasceram as "googladas incautas", que tanto sucesso fizeram por aqui durante algum tempo. Quando participei da sessão de autógrafos do livro "1973, o Ano que Reinventou a MPB" em São Paulo, em fevereiro de 2014, o também co-autor Renato Vieira disse que acompanhava meu blog desde 2007, mas sentia falta das googladas. Eu parei de publicá-las quando diminuí a quantidade mensal de postagens. Mas depois de um período o próprio Google implementou um mecanismo de segurança, via "https", que mantém em sigilo os argumentos de busca. De qualquer forma, ainda tenho algumas googladas inéditas anotadas que publicarei oportunamente. Muito de vez em quando alguém usa o Google sem o recurso de segurança e a pesquisa aparece. Ou então por outra ferramenta de busca, como o Bing. Mas aí seriam as "bingadas". 

Não sei se o contador voltará a aparecer ao pé da página. Talvez o Site Meter esteja se dedicando à hercúlea tarefa de recuperar a contagem real antes de reexibi-lo. Por mim, tanto faz. O importante é que estou conseguindo monitorar os acessos novamente.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home