quarta-feira, dezembro 16, 2009

Agnetha solo pré-ABBA

A série "Original Album Classics" foi comentada pelo Cadão (Ricardo Seelig) no Collector's Room há cerca de um ano, mas ele se referia aos álbuns de jazz e similares lançados no Brasil. Cada caixinha vem com cinco CDs em formato de mini-LP (caixinha de papelão, como um LP miniaturizado) e preço bastante acessível. Vai daí que eu acabei descobrindo essa coleção por outro extremo do espectro musical: o relançamento (somente no exterior) de cinco discos solo de Agnetha Fältskog, a loira gostosa do ABBA. Esses, no caso, são títulos raros e pouco conhecidos que ela gravou antes de estourar no quarteto. Inclusive, um dos primeiros sucessos do grupo, "SOS", era originalmente uma gravação solo dela, em sueco (assim como "Fernando" havia sido lançado primeiro nesse idioma pela morena Anni-Frid). Eu não escondo de ninguém que sou fã do ABBA e sempre gostei de pesquisar discos obscuros lançados por meus ídolos antes da fama. Possivelmente essas músicas pouco terão em comum com o estilo pop vibrante da banda sueca, mas acho interessante conhecê-las. É curioso que todos os quatro integrantes já tinham uma bagagem razoável quando estouraram com "Waterloo" em 1973. Eu já tinha um CD com gravações diversas dessa fase pré-ABBA, mas breve devo receber também uma coletânea específica de Anni-Frid (ou Frida, como é mais conhecida).
Nessa mesma linha de investigação, teria curiosidade de conhecer o LP que James Griffin lançou em 1963, "Summer Holiday". Ele viria a ser a voz mais grave do Bread, sempre ofuscado pelo timbre suave e agradável de David Gates. Mas já tinha um disco solo. Ora, até o Guarabyra já tinha lançado um LP, "Casaco Marrom", antes de se juntar a Sá e Rodrix. Lourenço Baeta também lançou um álbum solo antes de entrar para o Boca Livre. Tudo isso merecia relançamento.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home