quarta-feira, dezembro 09, 2009

Adeus aos DVDs

Como não trabalho mais no centro, fazia tempo que não dava uma passada na banca de revistas da Borges quase esquina José Montaury. Hoje estive lá e constatei que ela não está mais vendendo DVDs. Eles foram retirados em cumprimento a uma condição imposta pela Prefeitura para a renovação do alvará. Teria curiosidade de saber se outros revendedores de revistas e jornais também sofreram a mesma restrição, inclusive os que vendiam um ou outro título de forma esporádica. No caso, a banca citada começou como a maioria, vendendo DVDs publicados via imprensa, além dos lançamentos "alternativos" que se encontravam preferencialmente em jornaleiros. Mas logo ampliou seu estoque e passou a oferecer as mesmas opções das grandes lojas, especializando-se em filmes clássicos. A seleção era de altíssimo nível e eu era freguês. Houve uma época em que era raro o mês em que eu não comprava pelo menos um DVD, às vezes mais, naquele local. Entendo a importância da regulamentação de vendas, mesmo assim lamento o ocorrido. Era uma ponto de venda acessível que oferecia o melhor do cinema para se assistir em casa, formando uma clientela de elite junto a um público mais amplo.

P.S.: Segundo informou Chico Cougo nos comentários, os DVDs voltaram à banca. Boa notícia. Espero que a pendenga tenha sido resolvida em definitivo. Em princípio, se um comerciante está autorizado a vender DVDs, pode oferecer o gênero que quiser. Mas é louvável que, no caso citado, os títulos fossem de alto nível, ainda mais considerando o "lixo pirata" que grassava pelas calçadas.

A propósito, o blog do Chico tem umas "coisinhas" bem interessantes. Confiram.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home