quarta-feira, junho 13, 2018

Mutuca

Teria sido em 1991 ou 1992? Não lembro ao certo. Um colega da Faculdade de Jornalismo, o hoje jornalista Rodrigo Rocha, me pediu um favor. Ele e outros da turma iriam entrevistar o músico Mutuca no próprio estúdio da Famecos para um trabalho de aula. Como ele sabia que eu morava na Erico Verissimo, perguntou se eu não poderia passar na Zero Hora, onde ele, Rodrigo, trabalhava, e lhe dar uma carona. De lá, iríamos até a casa de Mutuca, que era no caminho, para buscá-lo e depois rumar para a PUC. E foi o que fizemos.

Quando Mutuca entrou no meu carro, aquele Gol 89 com que fiquei por mais de 20 anos, ouviu a gravação que eu tinha deixado rodando no toca-fitas e comentou: "Pô, Sukyiaki!" E aí não deu outra, fomos até a Faculdade conversando sobre música. Durante a entrevista propriamente dita, ele contou que, na juventude, uma colega se referiu a ele como "Mutuca, a mosca". Ele não gostou do apelido e, claro, aí mesmo é que pegou.

Mutuca (Carlos Eduardo Weyrauch) faleceu nesta madrugada em Taquara, onde residia, aos 71 anos, vítima de um enfarte. O rock gaúcho perde um de seus nomes de referência.

1 Comments:

Blogger José Elesbán said...

Cronos comendo seus filhos, como nunca deixa de fazer.
Acho que também nos anos 90 eu ouvia vez por outra um programa que o Mutuca tinha na antiga Ipanema FM.

10:37 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home