sexta-feira, abril 01, 2016

Biografias a mancheia

Até há bem pouco tempo eu não sabia da existência sequer de uma biografia de Geraldo Vandré, que dirá três. Pois elas já estão comigo.

Adoro ler mais de um livro de não-ficção sobre determinado assunto. É uma forma de se obterem visões de ângulos diferentes sobre os mesmos fatos. O resultado é um retrato multidimensional do tema. Já estou com as duas obras sobre Elis (Júlio Maria e Arthur de Faria) na fila. A de Regina Echeverria eu li há muitos anos, bem como a de Zeca Kiechaloski. Confesso que, depois de ter devorado mais de 20 livros sobre David Bowie, as biografias dele já não me apresentam nada de novo. Sempre há alguma análise diferente e interessante, mas os eventos não se alteram. A última que li e de que realmente gostei foi "Strange Fascination", de David Buckley, que considero a melhor de todas, anos-luz acima das demais. Com a morte do cantor, poderão surgir novos trabalhos que valham a pena conferir. Mas muitos caça-níqueis, também.

Ah, sim: em 2014, no cinquentenário do golpe que derrubou Jango, saíram vários livros sobre aquele momento histórico. Comprei todos. Já li alguns.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home