quarta-feira, outubro 28, 2015

Atrasos

Certa vez uma colega minha da Faculdade de Jornalismo me contou uma história muito interessante. Acredito na palavra dela quando diz que realmente fez o que me relatou. Ela apostou com amigas como, no dia seguinte, estaria na capa da Zero Hora. As amigas toparam, entre incrédulas e curiosas. No outro dia, dito e feito, lá estava ela, na primeira página do jornal: vestibulanda se atrasa e perde prova da PUC. Eu tenho uma vaga lembrança dessa notícia. Era tudo armação, ela nem estava prestando Vestibular. Mas os jornalistas se deixaram enganar pela encenação.

Pois farsas semelhantes se repetiram na recente prova do ENEM. Depois foi tudo desmascarado, mas enquanto perdurou o engodo, muitos lembraram dos fã que acampam em fila com dias de antecedência para ver shows de seus ídolos. Eu até poderia dizer, em defesa das tietes, que existe uma diferença. Quando mais cedo se chega ao local de uma apresentação, mais próximo do palco se consegue ficar. Já numa prova ou concurso o local na sala está reservado. Basta não se atrasar. Outro caso que formou fila de "acampados" foi no tempo do calendário escolar rotativo no Rio Grande do Sul, nos anos 90. Antecipavam-se os que faziam questão de pegar o melhor período letivo para tirar férias.

Mas atrasos podem acontecer, sim. É raro eu perder uma prova, ônibus ou voo porque peco por excesso, procuro chegar bem antes. É mais tranquilo. Mas o trânsito é de fato imprevisível. Até para ir a Canoas prefiro pegar o Trensurb, pois de carro nunca se sabe quando se será sorteado com um incômodo engarrafamento. 

Sobre este assunto, leiam também meu texto "Atucanado".

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home