sábado, dezembro 10, 2011

Jon Anderson em Porto Alegre

Dificilmente uma gravadora se interessaria em lançar um CD ou DVD do show acústico de Jon Anderson. Porque é uma apresentação bem intimista, só para fãs. Mas, para estes, é o que basta. É como receber o velho ídolo em casa para uma performance exclusiva. E o público de ontem à noite no Teatro do Bourbon Country, em Porto Alegre, respondeu com entusiasmo à simpatia do ex-vocalista do Yes. Mesmo em músicas que pedem uma banda completa, como "Owner of a Lonely Heart" e "Roundabout", a ausência de instrumentos adicionais foi suprida pelas palmas e pela memória de quem já conhecia os arranjos. Não faltaram também "Yours is No Disgrace", "Long Distance Runaround", "I've Seen All Good People", "Starship Trooper", "Wonderous Stories", "Soon" e, do trabalho com Vangelis, "I'll Find My Way Home" e "State of Independence". Ouviram-se ainda algumas composições da carreira solo.

Sem se preocupar com a barreira do idioma, Jon conversou bastante, contando longas histórias que nem todos puderam entender, mas ouviram com respeito. Falou, por exemplo, da doença que o deixou sem poder cantar por seis meses. Como se sabe, foi aí que ele teve que se afastar do Yes. Veio a ser substituído por Benoit David, que permanece na banda. Mas não perdeu a cumplicidade dos fãs. Ao final, no bis, vários saíram das cadeiras e se aproximaram do palco. Um deles foi o ator Marcos Breda, notório fã de rock progressivo, que estendeu seus braços em reverência. Foi uma noite gratificante para o artista e para o público.

3 Comments:

Blogger Amateur du Vin said...

Emilio, concordo com tudo o que tu disseste, realmente foi mágico o show de ontem, de minha parte pretendo eternizá-lo na gravação que fiz e estou neste momento cortando em músicas individuais, infelizmente a gravação via Ipod que seria em wav e sem perdas de qualidade não sei por que razão ficou muda total. A sorte foi que levei um outro gravador, que grava em mp3, e se não ficou perfeito, até porque perdi um pedaço do começo do show e tem alguns poucos ruidos, vai servir para eternizar a noite mágica de ontem. Se você quiser me ceder uma foto ou duas para eu criar as capas, seria muito grato além de garantir o devido crédito. Não posto em meru blog há horas, mas pretendo com este show abrir uma exceção. um abraço e parabéns pelo texto.

3:29 PM  
Blogger Emilio Pacheco said...

Escreva para

emiliopa@via-rs.net

e acertamos os detalhes. Abraços.

5:08 PM  
Blogger Luis Freitas said...

Olá Emilio!
não pude ir a esse show, mas sou super fâ do Jon Anderson. Gosto demais do Olias of Sunwillou, album em que ele aprendeu todos os instrumentos na d´cada de setenta para tocá-los nesse álbum. e não posso deixar de registrar o desrespeito com que o Jornalista do "remix" de Zero hora tratou o artista em uma inserção ao vivo no programa do Roger Lerina um dia antes o show. E foi imediatamente repreendido pelo Roger.
Abraços!

7:38 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home