domingo, maio 15, 2011

Final do Gauchão

Claro que estou superfeliz por meu time ser o campeão. Mas devo reconhecer que esta foi uma das melhores finais de Gauchão de todos os tempos. Os dois times bem parelhos (inclusive nos erros) e muitos gols de todos os lados. No fim, na loteria dos pênaltis, deu Inter. Também fico feliz pelo goleiro Renan. É raro alguém cometer um erro imperdoável como o dele e conseguir se redimir tão depressa. Não sei se ele salvou a posição, mas a alma com certeza está lavadinha para a festa de hoje à noite. Digo o mesmo do técnico Falcão.

Eu e o Iuri fomos ao Shopping Praia de Belas logo após o final. A praça de alimentação estava vazia. Porto Alegre inteira assistiu ao Grenal. Quem não foi ao estádio, viu pela TV. Mesmo assim, havia um público razoável prestigiando a apresentação da cantora Karine Cunha, a maioria de mulheres. Lamentei não poder eu mesmo estar lá, nem tanto pelo jogo, mas por meu filho. Sou fã de Karine, que é indiscutivelmente uma das melhores cantoras do sul. Fica para uma próxima vez.

Sei que este assunto já é antigo, mas acho um saco esse retardo das transmissões por TV a cabo. Os gritos dos vizinhos me avisavam antes se ia sair um gol. Mesmo na cobrança de pênaltis eu já diferenciava as reações dos gremistas e dos colorados. O jeito é mandar atrasar o mundo todo em 15 segundos para deixar tudo igual.

Saudações coloradas! Não, desta vez não coloquei aquele "bandeirão" com que normalmente comemoro as vitórias do Inter aqui no Blog. Deixa para o próximo Mundial.

P.S. É quase obrigatória a indicação de um antigo texto do Blog, intitulado "O detalhe no futebol". Pois é a mesmíssima situação com os papéis invertidos.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home