sexta-feira, abril 02, 2010

Título trocado

Agora há pouco eu estava participando de um chat em um site de uma rádio on-line, dessas que ficam lendo o que se escreve, comentando no ar e atendendo a pedidos. Entrei por indicação da Janete e suas amigas. Um dos ouvintes escreveu que queria ouvir "Amigo" com Milton Nascimento. O primeiro pensamento que me veio à cabeça foi do operador bem desesperado procurando um CD onde constasse uma música com esse nome. Para ajudar, esclareci que o título correto era "Canção da América".

Dali a pouco, entra a música. E o locutor a anuncia com o nome de "Amigo", mesmo. Só então caiu a ficha: CD é coisa do passado! Hoje em dia tudo funciona na base do mp3. E como tudo se baixa da Internet, até os nomes das músicas podem ser trocados. Assim, pouco importa que o título correto seja "Canção da América". Se o mp3 circula como "Amigo", que seja "Amigo". Pra que aprender o nome certo, se é mais fácil inventar um apelido? Bem-vindo à geração "baixa tudo"!

2 Comments:

Blogger Cris Carriconde said...

Emílio devo tantos comentários. A leitura está sempre em dia porque moro no Google Reader e todas as vezes penso que tenho algo a dizer mas algo também me distrai ou vício não me tira daquele buraco.
Quando li esse post ainda nas primeiras linhas, pensei na canção Amigo, Amiga que o Milton também gravou. Creio que teria aumentado a confusão e tocado outra música bem menos conhecida do repertório dele.
Lembrei de uma outra coisa engraçada que aconteceu muito antes desse tempo de MP3. Nunca fui muito fã mas tive minhas fitas K7.Na verdade não tive um gravador que fosse bom durante a vida, então criei certa antipatia por eles. A vantagem da fita era criar um repertório "próprio" para passeios de carro. Sempre preferi o LP e todas aquelas informações dos bons encartes. Odiava o espaço mínimo das k7. Um dia na casa de um amigo peguei uma fita pra ver o que estava gravado. Topei com uma música inédita e intrigante, então perguntei: Jojoka que música é essa "Hiedra 3 Tracinhos"? Ele teve um ataque de risos e explicou que a misteriosa era Volver a los Diecisiete e os 3 tracinhos o ponto onde ela estava gravada. Nunca esqueci. Acho que a fita k7 e seu espaço mínimo também adaptou alguns nomes de música no nosso tempo.

Ah! Tive gravadores de marcas ótimas. O caso era de azar mesmo.

8:27 AM  
Blogger Eu Esqueço Senhas said...

A musica também é conhecida e tem em algumas edições antigas dos lps o subtitulo de "carta a uma amigo distânte"

4:33 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home