sábado, abril 25, 2009

Problemas no e-mail

Não se pode elogiar muito. Quem acompanha assiduamente este blog deve lembrar dos elogios que fiz a meu provedor de e-mail. Que é o mesmo desde que entrei para a Internet em 1996 e sempre funcionou bem.

Até agora.

Faz duas semanas que foram implementados novos recursos no webmail (página para ler os e-mails na própria web, em qualquer computador). Desde então, já confirmei três e-mails não recebidos. Um deles é de um veterano ligado à música na Inglaterra, cujo e-mail consegui localizar e enviei uma proposta de entrevista. Fiquei aqui na torcida. Já estava desistindo quando hoje, com a maior cara de tacho, leio uma mensagem perguntando se recebi a resposta que ele me enviou, já que não me manifestei. Escrevi de novo, explicando a situação e pedindo desculpas. E depois não queremos que os estrangeiros pensem que vivemos num país atrasado, em que nada funciona direito. "Eles têm uma ideia errada do Brasil."

O prejuízo que as falhas de e-mail podem causar em termos de credibilidade é descomunal. Os dois lados se sentem ignorados, um achando que o outro não teve sequer a consideração de dar uma resposta. Aí eu fico pensando que, se um iluminado não tivesse tido a ideia de mexer no que estava funcionando bem (as famosas "melhoras não solicitadas"), nada disso teria acontecido. Mas não, alguém tinha que mudar por mudar, só para encher a tela do webmail de babados inúteis. Realmente, ficou mais bonito. Tá certo que agora os e-mails nem sempre chegam, mas isso é só um detalhe. Importante é que ganhamos menus dinâmicos, cópias de mensagens enviadas e destaque nas mensagens já lidas. As não lidas aparecem com títulos tão apagados que ficam ilegíveis para mim, sem óculos.

O rapaz do atendimento confirmou o problema e disse que eles estão trabalhando para resolver a situação. E as mensagens não recebidas ainda podem chegar. Ah, bom. E eu aqui, reclamando. Eu sou muito intolerante, mesmo.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home