domingo, janeiro 18, 2009

O disco brasileiro de Elton John

Em 1975, dois representantes da gravadora RGE foram entrevistados por Fernando Vieira, no saudoso Portovisão, em Porto Alegre. Perguntados sobre os principais artistas lançados no Brasil pela companhia, um deles abriu um sorriso e quase babou ao pronunciar o nome de Elton John. Não era para menos. O cantor inglês era o artista de maior sucesso no mundo da era pós-Beatles. LPs como "Goodbye Yellow Brick Road" (originalmente um álbum-duplo, mas reduzido a um único disco no Brasil) e "Captain Fantastic and The Brown Dirt Cowboy" tinham vendido muito bem em suas edições nacionais. Além disso, com ajuda de novelas, Elton emplacou alguns sucessos locais como "Skyline Pigeon", "Sweet Painted Lady" e "Ballad of Danny Bailey". Sua participação no filme "Tommy" foi marcante, tendo sido inclusive mostrada em primeira mão no "Fantástico". Em suma, Elton John era o astro do momento.

Mas, em 1976, a RGE perdeu sua "galinha dos ovos de ouro". Elton assinou com sua própria gravadora, a Rocket Records. No Brasil, seus novos discos passaram a sair pela Phonogram. Mesmo assim, a RGE permaneceu por algum tempo com os direitos sobre os fonogramas anteriores. Para continuar faturando mais um pouco com a popularidade de Elton, a gravadora brasileira montou um LP com músicas que, por algum motivo, ainda não haviam sido lançadas no Brasil. Preparou uma bonita capa dupla, não incluiu qualquer informação sobre as gravações e soltou no mercado como se fosse o mais novo trabalho de Elton John. Deu certo. Até o crítico Tárik de Souza foi enganado, comentando que "Elton e sua música já demonstram exaustão neste LP" (Veja, 29 de dezembro de 1976).

Os colecionadores mais bem informados logo perceberam que se tratava, na verdade, de uma coletânea. "Lady Samantha" e "It's Me That You Need" são lados A de compacto de 1969. "Into The Old Man's Shoes" "Jack Rabbit", "Sick City" e "Sugar on The Floor" eram lados B de singles diversos. A música escolhida para faixa-título, "One Day at a Time", era uma composição de John Lennon que Elton gravou para o lado B de sua versão de "Lucy in The Sky With Diamonds" no exterior. "Step Into Christmas" foi o compacto de Natal lançado por Elton na Inglaterra em 1973. Já "Jamaica Jerk-Off", "I've Seen That Movie Too" e "All The Girls Love Alice" eram faixas do álbum duplo original "Goodbye Yellow Brick Road" que foram cortadas para que o disco pudesse ser lançado como um só LP no Brasil. E assim, a colcha de retalhos tomou a forma de um disco "normal" para o mercado brasileiro. Até hoje, esse vinil é procurado por colecionadores de todo o mundo. Depois disso, saíram coletâneas específicas para o o Brasil, como "A Arte de Elton John". Mas "One Day at a Time" é o lançamento mais curioso, pelas circunstâncias em que foi preparado.

A propósito, parabéns a quem foi ao show de Elton John ontem em São Paulo. Bom divertimento para quem vai vê-lo no Rio.

2 Comments:

Blogger elton john ´s corporation said...

Conheça o primeiro e único fã clube de Elton John no Brasil http://www.eltonjohnscorporation.com fotos, biografia, videos, musicas, letras traduzidas, noticias e muito, muito mais. Participe de nossa comunidade no Orkut http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=6590827

3:40 PM  
Blogger laercio5412 said...

Tenho esse vinil e em muito bom estado

6:01 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home