sábado, abril 01, 2006

Primeiro de abril

Alguns sites costumam passar trotes no dia 1ª de abril. Eu até pensei em preparar um, mas depois achei melhor não fazer. Dependendo do que eu divulgasse, a mentira poderia perdurar por anos a fio circulando o ciberespaço. Um desmentido logo a seguir não faria muito efeito. Menos ainda avisar que "isso aí foi um primeiro de abril que um blogueiro passou em 2006" nem indicar o link, pois sempre ia ter alguém pra dizer "não, é verdade, confirmei não sei onde".

Então acho que a data de hoje é perfeita para homenagear os ingênuos da Internet. Aqueles que ainda não se deram conta que a web não é como rádio e TV, em que as notícias passam por um crivo e têm sua responsabilidade assumida pelas respectivas empresas. E-mails e blogs não são confiáveis para divulgação de nada, ainda mais quando o texto não cita fonte ou autoria. Mas alguns continuam acreditando. E repassando.

Alguns boatos são antigos, mas basta requentá-los com um detalhe para que voltem a surtir efeito. Antes era o guaraná Kuat, agora é a Fanta Uva que levou 23 para o hospital em estado grave por terem ingerido uma "dose excessiva" do refrigerante. Em 2002 um monte de gente apagou o executável do ursinho, que supostamente seria um vírus, e ainda repassou o alerta dizendo "é verdade, eu fui ver e o ursinho estava lá", como se isso provasse alguma coisa. Agora o mesmo arquivo teve seu suposto objetivo maligno atribuído ao Orkut. O leite Longa Vida estaria tendo suas embalagens reutilizadas e envenenando os consumidores. O número impresso na base seria indicativo da quantidade de vezes em que aquela caixinha foi utilizada. Aí as pessoas vão lá olhar e dizem, "puxa, é verdade mesmo, tá lá o número!"

As falsas autorias já foram amplamente denunciadas na imprensa, mas tem gente que continua acreditando nos apócrifos. De vez em quando aparece algum internauta mais cauteloso perguntando: "Este texto é mesmo do Quintana?" Vou ver, é aquele manjadíssimo de não correr atrás das borboletas ou o "um dia descobrimos, blá blá blá", que já deveriam estar mortos e enterrados num cemitério clandestino, bem longe do túmulo de Quintana. Um ano depois do esclarecimento da polêmica do "Quase", o texto continua circulando com a assinatura de Luis Fernando Verissimo. Alguns perguntam: "O Verissimo disse que esse texto é da Sarah Westphal, alguém confirma?" Não, ninguém confirma. Verissimo não é muito confiável para negar suas próprias autorias...

Tem gente que entra correndo numa comunidade do Orkut porque ficou sabendo de algo interessante e quer ser o primeiro a postar. Aí ele não vê que seu tópico é o quarto ou quinto que está informando "em primeira mão" a grande novidade. Ou então alguém tem a brilhante idéia de criar uma comunidade para homenagear seu ídolo e com isso engrossa a lista de comunidades redundantes. (Não, eu não estou esquecendo que acabei de criar uma comunidade para Mario Quintana. Mas a minha é a única dedicada ao "verdadeiro" Quintana. A omissão e a desinformação dos moderadores nas outras justificou a criação de uma nova.) "Olhar antes para evitar repetição inútil" é algo que todos deveriam fazer antes de postar uma mensagem ou criar uma comunidade.

Você já recebeu um arquivo em formato Power Point, cheio de imagens bonitas e mensagens de otimismo que, ao final, mandava reenviar para todos os seus amigos "inclusive para a pessoa que lhe enviou"? E aí, você enviou de volta para o remetente? E ele leu tudo de novo? Será que gostou?

A todos aqueles que se enquadram nos exemplos citados, parabéns pelo dia de hoje. Não se preocupem, não vou passar trote. Vocês já são enganados que chega nos 365 dias do ano.

2 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Olá
Muito bom o post sobre Billy Vaughn.

Por acaso vc lembra das músicas que rodavam de fundo no programa Itaí a Dona da Noite ?

barney
moto@tribosdobrasil.com.br

6:28 PM  
Blogger Emilio Pacheco said...

A música de Billy Vaughn que tocava num programa da Itaí, não lembro qual, era "Look For a Star".

6:47 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home