sábado, dezembro 19, 2015

David Gilmour em Porto Alegre

Antes tarde do que nunca, aqui vai o meu registro do show de David Gilmour na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Foi no dia 16, quarta-feira. Marcado para iniciar às 21 horas, começou na verdade três minutos antes do horário, dando um novo significado à expressão "pontualidade britânica". O ex-guitarrista do Pink Floyd abriu com a singela "5 A.M.", de seu último CD, em que um spot o iluminava durante o solo de guitarra. Em seguida, a faixa-título, "Rattle That Lock", num clima de pop setentista mais afeito a bandas como Steely Dan e ELO do que Pink Floyd. A terceira foi "Faces of Stone", do mesmo álbum. Só depois dessas o público ouviu e cantou junto com o primeiro clássico Floydiano da noite: "Wish You Were Here".
Gilmour fez questão de marcar o repertório não só com faixas do CD Rattle That Lock, mas incluiu também "The Blue" de seu disco anterior, On an Island. Mas foram os clássicos do Pink Floyd que empolgaram o público da Arena. "Money", "Us and Them", "Shine On You Crazy Diamond", "Run Like Hell", "Time" e "Comfortably Numb" garantiram a realização dos velhos fãs que lá estavam. 
Uma curiosidade: não assisti ao show de Roger Waters em 2012, mas lembro da apresentação do outro ex-Pink Floyd no Olímpico em 2002. Os elementos visuais do telão circular em algumas músicas, como "Money", eram idênticos, inclusive o rótulo de Dark Side of the Moon girando num toca-discos. De certa forma, atualmente temos dois Pink Floyds para curtir, cada um com suas peculiaridades. Mas hoje já se sabe que Gilmour é o melhor instrumentista e vocalista dos dois. Pode perder, talvez, no quesito compositor, em especial como letrista.
Uma surpresa: o saxofonista da banda é o curitibano João Mello, de apenas 20 anos. Executou com perfeição os antológicos solos de "Us and Them" e "Money".
O tecladista John Carin também faz as vezes de cantor em "Time" (no trecho originalmente interpretado por Rick Wright, "tired of lying in the sunshine", etc.) e "Comfortably Numb" (assumindo as estrofes em que o vocal era de Roger Waters). Já em "Run Like Hell", que pôs a plateia a pular e bater palmas, repete-se a dobradinha de vocais entre Gilmour e o baixista Guy Pratt, como já se viu tantas vezes em vídeos do Pink Floyd da formação sem Waters (inclusive com o tradicional jogo de uma só câmera se alternando rapidamente entre ambos no telão).
Completam a banda o baterista Stevie DiStanislao, o guitarrista Phil Manzanera, o tecladista Kevin McAlea e  Bryan Chambers e Louise Marshall nos vocais. O som estava com ótima qualidade, o que já aponta a Arena como um local de boa acústica para apresentações desse porte. Muito depende do equipamento, é claro. Em suma, um show excelente e praticamente perfeito, como eu já esperava. Vamos torcer para que saia um DVD/Blu-ray desta turnê.
Não anotei o repertório do show, então valho-me do site Clicrbs para as informações abaixo:
Primeira parte
 
5 A.M. (Rattle that Lock)
Rattle that Lock (Rattle that Lock )
Faces of Stone ( Rattle that Lock )
Wish You Were Here (álbum homônimo do Pink Floyd)
A Boat Lies Waiting  (Rattle that Lock )
The Blue (On an Island)
Money (The Dark Side of the Moon, do Pink Floyd)
Us and Them (The Dark Side of the Moon)
In Any Tongue (Rattle that Lock)
High Hopes (The Division Bell, do Pink Floyd)


Segunda parte
 
Astronomy Domine (The Piper at Gates of Dawn, do Pink Floyd)
Shine On You Crazy Diamond (Parts I-V) (Wish You Were Here)
Fat Old Sun (Atom Heart Mother, do Pink Floyd)
Coming Back to Life  (The Division Bell, do Pink Floyd )
The Girl in the Yellow Dress  (Rattle that Lock)
Today (Rattle that Lock)
Sorrow (A Momentary Lapse of Reason, do Pink Floyd)
Run Like Hell (The Wall, do Pink Floyd)


Bis 
 
Time/Breathe (reprise) (The Dark Side of the Moon)
Comfortably Numb (The Wall)


Foto minha antes do show. Foi minha primeira vez na Arena do Grêmio. Com certeza o "clima" lá dentro é bem diferente do Estádio Olímpico, mais estreito e com arquibancadas mais altas. Às vezes eu tinha que olhar para cima para me lembrar de que estava ao ar livre. E enxergava um belo céu estrelado, valorizando o evento.

1 Comments:

Blogger Eduardo Mano said...

Esse show foi pra fechar 2015 com chave de ouro!!!

11:07 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home