quarta-feira, novembro 18, 2015

Clips dos Beatles em Blu-ray

A aguardadíssima reedição especial da coletânea "1" dos Beatles com DVD e Blu-ray foi lançada em configurações diversas. Mas, para quem é realmente colecionador, não há dúvida: tem que pegar a versão de luxo com dois Blu-rays e um CD, além de um livrinho contando a história de cada música e clip.

A demanda por uma coletânea de clips dos Beatles já vinha desde a era do videocassete. Em 1990 (ou talvez antes, mas foi nesse ano que tomei conhecimento), surgiu uma fita VHS pirata com capinha e tudo chamada "Backtrack". Mais tarde esse material reapareceu em DVD, também de forma clandestina. Já músicas dos Beatles em 5.1, como estão saindo agora, já se encontravam em vídeos diversos, como o documentário "Anthology" e as edições em DVD e Blu-ray dos filmes "Help!", "Yellow Submarine" e "Magical Mystery Tour". Mas desta vez são mais de 30 composições, algumas aparecendo mais de uma vez em clips diferentes, como "Rain" e "Hello Goodbye". Uns poucos áudios são de programas de TV, outros foram registrados originalmente em apenas quatro canais ou menos, de forma que Giles Martin, filho do produtor George, teve que usar de criatividade para desdobrar o som num legítimo "surround".
Como já expliquei aqui no Blog, só têm a ganhar em Blu-ray imagens registradas originalmente em película (filme, não vídeo-tape) ou em vídeo de alta definição, que inexistia no tempo dos Beatles. Assim, a qualidade dos clips varia conforme a fonte. Os melhores, naturalmente, são os filmes de 35 milímetros. Assim, o que se vê ao som de "Paperback Writer", "Rain", "Penny Lane" e "Strawberry Fields Forever" é uma festa para os olhos. Em especial "Strawberry Fields" apresentava um belíssimo visual à frente do seu tempo. É sem dúvida um dos melhores vídeos de rock de todos os tempos. "A Day in the Life" também é bonito, mas perde um pouco por ser original de 16 milímetros.

Algumas inclusões com certeza atiçarão as esperanças dos fãs por futuros lançamentos. Por exemplo: em "Eight Days a Week", foi feita uma colagem de trechos do especial de televisão dos Beatles no Shea Stadium, com inacreditável nitidez (apareceu um DVD à venda no Brasil, mas é não autorizado). Já músicas do filme "Let it Be", como "Get Back", "The Long and Winding Road", "Don't Let Me Down" e a canção-título, são tiradas do próprio longa metragem, mostrando que a película está um tanto granulada, talvez por ser 16mm. Mas é o melhor que se consegue. O filme nunca saiu nem em DVD, somente em VHS e videodisco no começo dos anos 80 e ficou pouquíssimo tempo em catálogo. É o mesmo caso do especial de TV "Around the Beatles", de onde foi tirada a apresentação de "Can't Buy Me Love".

Uma curiosidade é que o clip original de "Lady Madonna" foi feito a partir de uma filmagem dos Beatles no estúdio gravando "Hey Bulldog". Quando o filme "Yellow Submarine" foi relançado em 1999, as imagens foram recuperadas e sincronizadas com o áudio de "Hey Bulldog" para criar um vídeo promocional. As duas músicas estão nos Blu-rays, usando edições diferentes do mesmo filme. Como o Blu-ray 1 se propõe a incluir uma seleção idêntica à do CD (coletânea lançada originalmente no final do ano 2000), acabaram entrando "Yellow Submarine" e "Eleanor Rigby" com imagens do desenho animado (uma montagem no primeiro caso e a mesmíssima cena no segundo), ambas desnecessárias para quem já tinha o DVD/Blu-ray respectivo.
Em algumas músicas, existe a opção de ouvir comentários de Paul McCartney ou assistir a uma introdução de Ringo Starr. Aí está ele mostrando o clip de "Strawberry Fields Forever". No Blu-ray 2 constam ainda dois áudios da BBC, "Baby It's You" e "Words of Love", com fotos e filmes raros dos Beatles. O mash-up de "Within You, Without You" e "Tomorrow Never Knows" é do projeto "Love", com uma montagem caleidoscópica dos rostos dos Beatles. A animação de "Come Together" foi criada no ano 2000 para promover o CD "1" e o lançamento do site oficial dos Beatles. Num pacote tão abrangente, não poderiam faltar "Free as a Bird" e "Real Love", as duas gravações realizadas por Paul, George e Ringo sobre áudios inéditos de John Lennon em 1995 para o documentário "Anthology". Agora é torcer para que o esperadíssimo filme "Let it Be" também saia em Blu-ray numa edição farta em extras e cenas inéditas.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home