terça-feira, julho 29, 2014

Finalmente!

Depois de uma aparentemente interminável pendência entre a Fox (que produziu a série) e a Warner (que detém os direitos sobre o personagem), vai sair em vídeo a série "Batman" de 1966-67. Eu lembro quando estreou em Porto Alegre. O primeiro episódio a ser exibido por aqui foi aquele da Mulher Gato em que ela deixa Batman à mercê de um feroz tigre. Naquele tempo a dublagem era da Odil Fono Brasil, que hoje não existe mais. Uma diferença marcante que ficou na minha memória era que o narrador dizia sobre os créditos de abertura: "Atriz especialmente convidada, Julie Newmar, no papel da Mulher Gato". Essa parte que coloquei em itálico foi suprimida na redublagem que perdura até hoje. Lembro também que, antes de escolher a porta que deveria abrir, Batman ouvia a voz da Mulher Gato dizendo: "A bela... ou a fera!" Na nova versão ficou "a mulher... ou o tigre!", mais fiel ao texto original. 

Um detalhe que é normalmente comentado por todos os fãs da série desde a infância é que, no começo, não captavam o humor. Levavam tudo a sério. Só mais tarde, na vida adulta, é que entendiam que a caretice e o bom-mocismo de Batman tinham o propósito de sátira. Pois eu confesso a vocês que o meu lado criança de certa forma lamenta que aquela figura imponente que eu enxergava aos cinco e seis anos fosse na verdade um comediante. Gostaria de ter preservado a imagem austera do Homem-Morcego. De qualquer forma eu jamais perdi o fascínio pelas figuras icônicas da série, em especial as de Batman, Robin, a Mulher Gato, o Batmóvel e a Bat-Caverna. E sempre suspeitei que a introdução de Batgirl na terceira temporada tenha sido para compensar a saída da já citada atriz Julie Newmar, que era um símbolo sexual. Sua substituta Eartha Kitt era perfeita como vilã, mas não tinha o mesmo sex appeal.

Tenho uma coleção respeitável de itens relacionados ao Batman de 1966-67. O primeiro deles, comprei aos 13 anos, em minha viagem aos Estados Unidos: slides em terceira dimensão "View Master" com imagens do mencionado episódio da Mulher Gato. Com o tempo, fui acrescentando livros, revistas especiais, CDs e até alguns poucos DVDs que foram sendo lançados. "Holy Batmania" é obrigatório para fãs da série, com seus documentários sobre Adam West, Cesar Romero (que viria a encarnar o Coringa), Julie Newmar (Mulher Gato), a série em si e diversos extras interessantíssimos. Já "Adam West Naked", vendido através do site do ator, é bem mais amadorístico: mostra West em sua casa, com apenas duas câmeras, comentando os episódios. 

O foto aí de cima é a edição supostamente limitada em Blu-ray, incluindo as três temporadas e tudo o mais que é mostrado. Mas há também uma versão mais barata em DVD e também outra contendo apenas a primeira temporada. A data oficial de lançamento é 11 de novembro. Ainda não sei se sairá no Brasil incluindo a dublagem ou se, mesmo no exterior, haverá uma edição posterior mais barata em Blu-ray sem as bugigangas adicionais. Só sei que, a que tudo indica, os fãs da série terão um Bat-final de ano muito especial.

Leia também: O primeiro Batman das telas

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home