segunda-feira, junho 30, 2014

Bom CD instrumental de Tony Babalu

O veterano guitarrista Tony Babalu, de São Paulo, iniciou sua carreira nos anos 70. Uma passagem marcante de seu currículo foi a participação em discos da lendária banda paulistana Made in Brazil, sendo inclusive co-autor de faixas do LP Pauliceia Desvairada, de 1978. Live Sessions at Mosh, como diz o título em inglês, foi gravado "ao vivo" no estúdio Mosh, o que significa dizer que os músicos tocaram todos juntos, ao mesmo tempo, como num show. Para demonstrar isso, o CD inclui um vídeo em MP4 em que a banda aparece interpretando "Valsa à Paulistana", a primeira faixa do álbum, com quase nove minutos de duração. 

Das seis músicas do álbum, apenas duas ficam em menos de oito minutos - no caso, ambas com menos de cinco: "Pompeia's Groove" e "Vecchione Brothers". A segunda, como se pode deduzir, é uma homenagem aos irmãos Oswaldo e Celso, do Made in Brazil. Nenhuma surpresa, portanto, que seja um rock direto 4/4 na melhor tradição do grupo citado. "Suzi" se estende em exatos nove minutos, uma bonita balada num clima meio jazz. "Brazilian Blues" é um blues suave com quase doze minutos de duração. A mesma leveza se ouve em "Halley 86", essa mais suingada, faltando pouco para fechar nove minutos. É notório o entrosamento entre os instrumentistas. Além de Tony, tocam Franklin Paolillo na bateria, Adriano Augusto nos teclados e Leandro Gusman no baixo. O álbum é lançamento do selo Amellis Records, com distribuição da Tratore. Recomendado para quem curte boa música instrumental.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home