sábado, julho 18, 2009

Secos e Molhados

Esta coletânea dos Secos e Molhados já aparece em pré-venda em algumas lojas virtuais. Mas pisaram na bola na escolha da capa. Essa foto é de Ney Matogrosso em carreira-solo, na turnê "Bandido", de 1976. E mesmo que fosse da época certa, os Secos e Molhados da formação clássica foram três. Estariam faltando João Ricardo (que criou o grupo e compôs quase todas as músicas) e Gérson Conrad (co-autor de "Rosa de Hiroshima", "El Rey" e "Delírio").

Por outro lado, os fãs dos Secos e Molhados estão felizes porque várias composições do grupo estão tocando na minissérie "Som e Fúria", da Globo. Segundo informações do Orkut, já foram ouvidas "Prece Cósmica", "Rosa de Hiroshima", "Primavera nos Dentes", "Flores Astrais", "Tercer Mundo" e "Fala", esta última na ótima versão da banda gaúcha Tom Bloch. É um merecido destaque para um dos maiores fenômenos do pop brasileiro de todos os tempos. Em minha humilde opinião, só ficam atrás dos Mutantes.

Procurem meu texto sobre o primeiro LP dos Secos e Molhados no livro "1973, o Ano que Reinventou a MPB", organizado por Célio Albuquerque.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home