sexta-feira, maio 01, 2015

Zil, etc.

Foi minha amiga Cristina Carriconde que me avisou sobre a banda Zil, que está voltando à ativa depois de mais de 20 anos. A formação, aparentemente, é a mesmíssima que atuou entre 1986 e 1991 e lançou um LP em 1997. É um disco praticamente obrigatório para quem é fã do Boca Livre, pois os vocais de Zé Renato e Cláudio Nucci tornam a sonoridade quase idêntica. A diferença é que a parte instrumental é mais elaborada, com destaque para o baixista gaúcho João Baptista, ex-Boinas Azuis, ex-Almôndegas e ex-Kleiton e Kledir. O show é no Rio, de forma que não poderei ver. Como prêmio de consolação, consegui a edição em CD do álbum do grupo, que saiu somente no exterior e inclui uma faixa a mais, "Zarabatana". 

-*-
Entusiasmado com o lançamento de uma caixinha de cinco CDs de Jimmy Webb, a qual já foi devidamente encomendada, revirei meu apartamento para achar o livro "Tunesmith", do lendário compositor americano. Faz tempo que o comprei, mas não li ainda. E como o meu material ainda não está totalmente organizado - falta tempo e dinheiro para mandar fazer mais armários - revirei caixas e mais caixas até encontrar. Mas achei. Adoraria dizer que será minha próxima leitura, mas não posso prometer. Até porque surgiram outros livros "prioritários" na minha busca e já os separei.

Como disse aqui uma vez, se pudesse falar com meus livros, diria que não esqueci deles, que não me arrependo de tê-los comprado e fico feliz de saber que eles estão comigo, aguardando o momento em que os desfrutarei. É por isso que eu gosto dos audiobooks: esses eu vou ouvindo devagar e sempre em minhas caminhadas ou quando estou sozinho no carro. Mas, em termos de desfrute, ainda prefiro a leitura.
-*-
Na semana que vem estarei de férias compulsórias, mas não vou viajar. Faz pouco mais de um mês que mudei meu horário de trabalho para puder buscar meu filho na escolinha todas as tardes. Está sendo uma experiência gratificante em vários aspectos. Torno a ver o Iuri diariamente e ele parece estar gostando de ter o pai como motorista particular. Bem melhor do que a van, onde ele estava começando a não ter mais paciência durante o longo trajeto da volta, com outros coleguinhas sendo levados primeiro. E amanhã de manhã eu vou buscá-lo para passar o fim de semana comigo.
-*-
Bom resto de feriadão a todos!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home