quinta-feira, janeiro 14, 2010

Teddy Pendergrass

O cantor americano Teddy Pendergrass faleceu ontem de câncer no cólon, aos 59 anos. Ele foi o principal vocalista do grupo Harold Melvin and The Blue Notes na fase áurea de sucessos como "If You Don't Know Me By Now", "The Love I Lost" e "Bad Luck", nos anos 70. Ressentia-se do fato de que muitos pensavam, como é comum nesses casos, que ele fosse o Harold Melvin. Para sanar esse problema, a gravadora Philadelphia International passou a creditar os álbuns do grupo como "Harold Melvin and The Blue Notes featuring Teddy Pendergrass". Mesmo assim, ele veio a sair da banda para seguir carreira solo a partir de 1977. Nesse período, fez mais sucesso nos Estados Unidos do que no Brasil, tornando-se um símbolo sexual a quem as fãs apelidaram de "Teddy Bear" (ursinho de pelúcia). (Curiosamente, com Billy Paul, outro artista da mesma gravadora, ocorreu o contrário: ele sempre fez mais sucesso no Brasil do que em seu país de origem.)

Em 1982, um acidente de carro o deixou paraplégico. Enquanto se recuperava, a gravadora lançou dois álbuns de material inédito. Teddy acabou voltando a gravar, mas a paralisia prejudicou bastante a sua interpretação. Incapaz de estufar o pulmão como nos velhos tempos, o cantor já não conseguia dar a mesma força à sua voz. Em 1999, publicou sua autobiografia, "Truly Blessed".

Uma nota pessoal: no ano retrasado, fiquei curioso sobre a carreira de Teddy após ler o livro "A House on Fire: The Rise and Fall of Philadelphia Soul", de John A. Jackson, sobre o chamado "Som da Filadélfia". Acabei comprando não só a biografia dele, mas também todos os CDs da fase da Philadelphia International (com os álbuns relançados "2 em 1") e um DVD ao vivo (incluindo, nos extras, uma entrevista do cantor já na cadeira de rodas). Agora tenho que passar esse material em revista para homenageá-lo.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home